“A nossa ligação à Essilor é um namoro flutuante”

Imagem da notícia: “A nossa ligação à Essilor é um namoro flutuante”

Rui Motty, CEO da Optocentro há 30 anos, assume que a renovação e a inovação são fundamentais no mercado ótico e que é essencial uma permanente adequação às exigências atuais.

Com o apoio importante da Essilor, o segredo passa por surpreender não só os clientes, mas os colaboradores internos.

ÓpticaPro: Como surgiu a ligação à Essilor e ao programa Vision Leaders?

Rui Motty: Uma ligação a Essilor terá sempre que existir, sendo esta a líder na distribuição de lentes e com uma forte vocação na inovação deste produto. Em Portugal, uma qualquer ótica que se posicione no segmento médio-alto do mercado, não poderá viver sem uma ligação próxima à Essilor. É uma referência no mercado internacional. A nossa ligação é profunda e representa um namoro emocionalmente flutuante que depende de várias coordenadas. 

ÓpticaPro: Neste momento como está esse “namoro”?

Rui Motty: Está bem e recomenda-se. As equipas que nos acompanharam foram sempre boas e as mudanças que aconteceram na direção, incrementaram maior transparência ao projeto Essilor Portugal e talvez neste momento possa fazer a diferença. O mercado mudou muito e a sua orientação é relativamente desconhecida. Admito que seja muito difícil prever com segurança o futuro a médio prazo, porque o consumo e as sua tendências estão em constante mudança. Mas existem alguns conceitos muito básicos, caraterísticas próprias dos seres humanos e que todos nós somos sensíveis. 

Conheça a entrevista completa na última edição de 2018 da ÓpticaPro, número 187. Subscreva a sua assinatura digital ou em papel aqui e Boas Festas!

18 Dezembro 2018
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2021

Notícias relacionadas

Daniela Guerreiro: “O mercado da ótica mudou bastante”

Com uma recente remodelação, a Oculista Carioca, nos arredores de Sintra, está mais atrativa e funcional. Com “um serviço de qualidade, seriedade e profissionalismo”, Daniela Guerreiro, há 16 anos na empresa fundada pelo pai, reconhece que o mercado mudou bastante desde então.

Ler mais 20 Julho 2020
Entrevistas

“Iremos colocar em prática uma forte campanha de sensibilização”

Em meados de maio, a Associação Nacional dos Ópticos (ANO) apresentou os resultados do inquérito ao subsector de comércio a retalho de material ótico, pedido ao Centro de Estudos Aplicados (CEA) da Universidade Católica Portuguesa (UCP), com o objetivo de analisar o impacto da pandemia Covid-19 nesta área. Falámos com Fernando Tomaz, presidente da direção da ANO, para conhecermos as principais conclusões do estudo e as medidas que se impõem.

Ler mais 26 Junho 2020
Entrevistas