“Se prestamos um bom serviço, e temos uma atitude honesta, só podemos sair a ganhar”

Imagem da notícia: “Se prestamos um bom serviço, e temos uma atitude honesta, só podemos sair a ganhar”

Rui Borges, chefe executivo da MultiOpticas, explicou-nos em entrevista qual a receita de sucesso deste grupo de Óptica, que goza mais de 25 anos de sucessos.

ÓpticaPro: A par do conceito de loja/serviço e da vossa equipa, que outros trunfos têm na manga?

Rui Borges: A nossa política de produto próprio, por exemplo. A MultiOpticas sempre foi inovadora nesta matéria. Temos uma oferta muito diversificada, desde as marcas exclusivas até às restantes, pois queremos cobrir os vários ‘targets’ do mercado. A nossa aposta mais forte recai, porém, nos nossos produtos. Em 2013, demos um salto muito importante neste sentido e criámos marcas globais, que trabalhamos ao nível de cada país. Uma política que estendemos também às lentes de contacto e aos líquidos de contactologia. Mais, um outro aspeto importantíssimo assenta nos acordos que temos com os nossos fornecedores. A MultiOpticas, estando inserida num grupo internacional líder no setor do retalho da óptica na Europa, dispõe de uma possibilidade de negociação e de melhoria de condições permanente com todos os fornecedores.

Leia a entrevista na íntegra na ÓpticaPro 129, aqui.

30 Outubro 2014
Entrevistas

Notícias relacionadas

“Acreditem na optoVision e no projeto da marca para Portugal”

Mário Pereira é o "rosto" da optoVision em Portugal, laboratório alemão de lentes oftálmicas que chegou em outubro ao nosso país. Numa entrevista intimista, o responsável pelo projeto falou-nos do seu percurso e da larga experiência que possui na área das lentes oftálmicas e, ainda, da marca que vai liderar em território nacional.

Ler mais 16 Novembro 2020
Entrevistas

Daniela Guerreiro: “O mercado da ótica mudou bastante”

Com uma recente remodelação, a Oculista Carioca, nos arredores de Sintra, está mais atrativa e funcional. Com “um serviço de qualidade, seriedade e profissionalismo”, Daniela Guerreiro, há 16 anos na empresa fundada pelo pai, reconhece que o mercado mudou bastante desde então.

Ler mais 20 Julho 2020
Entrevistas