Eduardo Teixeira: Covid-19 e o impacto no setor da visão

Imagem da notícia: Eduardo Teixeira: Covid-19 e o impacto no setor da visão

A ÓpticaPro falou com Eduardo Teixeira a propósito das principais preocupações dos optometristas face à pandemia de Covid-19:

“Estou preocupado com várias questões. Em primeiro lugar, com os colegas optometristas que não estão a trabalhar. Num momento destes, em que nos queremos afirmar como profissionais de saúde, é desadequado não assumirmos essa responsabilidade de estarmos presentes, frente a frente com o nosso paciente, nem que seja através de ferramentas digitais. É uma preocupação, uma vez que encaro também esta situação como uma oportunidade. O setor da ótica, que emprega mais de 90% dos optometristas em Portugal e é o setor onde nos enquadramos, foi considerado fundamental nesta fase de estado de emergência, mas para isso é necessário que os profissionais o assumam como tal”.

Eduardo Teixeira acrescentou que “é difícil que os nossos pacientes estejam a receber os cuidados devidos. Como sabem, todas as consultas e cirurgias não urgentes foram adiadas e isto é um problema que terá de ser resolvido o quanto antes, porque já sabemos a dificuldade que é os pacientes em Portugal acederem aos serviços de oftalmologia, com o terceiro tempo médio de espera mais elevado de todas as especialidades. Esta paragem vai representar danos irreversíveis na saúde visual dos nossos pacientes, o que implicará da nossa parte um maior esforço para resolvermos alguns problemas. Penso que esta situação vai ficar resolvida nos próximos 8 a 12 meses. Nós, enquanto profissionais de saúde primária, devemos estar também na linha da frente do atendimento. E isto é uma oportunidade para a profissão. O próprio SNS vai precisar de mais profissionais para dar resposta às várias solicitações”.

Saiba mais na próxima edição da ÓpticaPro. 

30 Abril 2020
Opinião

PUBLICIDADE
MIDO 2022
PUBLICIDADE
jackNoble

Notícias relacionadas

Óculos e lentes de contacto em tempos de pandemia

Uma das formas de prevenir o contágio pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) é evitar levar as mãos ao rosto. Acontece que, quem usa óculos ou lentes de contacto, costuma mexer nos olhos mais frequentemente. O médico oftalmologista José Salgado-Borges escreve-nos algumas dicas sobre como podemos proteger-nos melhor durante a pandemia de Covid-19.

Ler mais 5 Janeiro 2021
Opinião