Mais de 2 mil optometristas sem qualificação a prestar consultas

Imagem da notícia: Mais de 2 mil optometristas sem qualificação a prestar consultas

Segundo a fonte noticiosa do Observador, há mais de 2.000 profissionais a dar consultas de optometria sem qualificações. A causa está na falta de regulamentação da profissão, afirma o presidente da Associação dos Profissionais Licenciados em Optometria (APLO).

Raúl Alberto Sousa, presidente da APLO, aponta que em todos os países europeus, à exceção de Portugal, Polónia e República Checa, a profissão está regulamentada consoante as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).  Acrescenta que, “apesar de em 2012 e em 2013 terem sido feitas recomendações para se regulamentar a profissão, isso nunca aconteceu. Não se pode impedir ninguém de ser optometrista. Toda e qualquer pessoa pode ser optometrista”.

Para o presidente da associação, a solução passaria por colocar os optometristas com “acesso direto ao paciente”, isto é, colocar optometristas no SNS e, aos médicos de família, caberia a função de  referenciar os doentes para um optometrista, com vista a não saturar as consultas hospitalares dos oftalmologistas.

3 Abril 2018
AtualidadeVisão

`

Notícias relacionadas

CGCOO alerta para “O Direito de Ver”

Este é um dia onde importa destacar o principal evento promocional chamado "Visão 2020 - O Direito de Ver". Trata-se de um esforço global criado pela OMS e pela Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira.

Ler mais 11 Outubro 2018
AtualidadeVisão