Compra online de óculos acarreta riscos

Imagem da notícia: Compra online de óculos acarreta riscos

Um estudo inglês revela que a compra de óculos graduados pela internet pode acarretar riscos superiores para a visão.

A investigação, financiada pelo College Optometrists, acarretou a análise a 154 pares de óculos, em que 43 foram considerados inaceitáveis quando testados e 14 como não seguros.

Comparativamente aos óculos comprados presencialmente, no mesmo total, estes apresentaram maioritariamente qualidade superior à preconizada pelos online, com apenas 14 modelos inaceitáveis e 5 não seguros.

Os aspetos considerados em ambas as situações foram os maus ajustes, ‘standards’ internacionais desrespeitados quanto à correção refrativa e medição da distância naso-pupilar incorreta.

No entanto, os investigadores afirmam no estudo que as compras online têm vindo a aumentar, com a representação atual de 6% relativamente ao mercado de óculos de prescrição, tendência justificada pelos preços inferiores.

 

15 Setembro 2016
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade