Licenciatura em Ortótica em Cabo Verde

Imagem da notícia: Licenciatura em Ortótica em Cabo Verde

Manuel Oliveira é co-coordenador, juntamente com o colega Luís Mendanha, da Licenciatura em Ortótica e Ciências da Visão da Universidade do Mindelo.

“A licenciatura em Cabo Verde começou a desenvolver-se há cerca de três anos, numa lógica idêntica à formação que existe já em Lisboa. É um curso de quatro anos, sendo que a primeira admissão de alunos deu-se no ano letivo 2013/2014. Nesta altura, entraram aproximadamente 30 estudantes, que estão agora no segundo ano. Em 2014/2015, abriu uma segunda edição da licenciatura na universidade e, neste momento, estão a iniciar o primeiro ano mais 30 estudantes. Ou seja, no conjunto temos mais de 50 alunos a formar-se em ortótica em Cabo Verde”.

Quando questionado sobre as diferenças da licenciatura nas duas instituições, Manuel Oliveira assumiu que “o novo curso não é uma réplica fiel do que existe na ESTeSL. A estrutura do curso foi inspirada no nosso, mas está adaptada à realidade de Cabo Verde. E porquê? Em primeiro lugar, trata-se de um país africano insular, com especificidades muito próprias, apesar de possuir uma matriz cultural que se aproxima à europeia. Depois, do ponto de vista sócio-económico, Cabo Verde apresenta muitas dificuldades e, em matéria de saúde, lida com uma situação muito mais complexa do que aquela que existe em Portugal. Por exemplo, para uma população de mais de 500 mil pessoas, existem neste momento cerca de cinco oftalmologistas no serviço público e mais três no privado. Portanto, quando lançámos esta licenciatura, tivemos que ter em conta todas estas especificidades”.

Toda a reportagem sobre este tema, abordado durante o XVI Congresso Nacional de Ortoptistas, na ÓpticaPro 144!

 

29 Abril 2015
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021

Notícias relacionadas