“Angola e Moçambique, um desafio para o setor óptico português”

Imagem da notícia: “Angola e Moçambique, um desafio para o setor óptico português”

A F3M promove a 22 de novembro “Angola e Moçambique, um desafio para o setor óptico português”. O objetivo? Reunir os ópticos portugueses num debate à volta da internacionalização, concretamente nos mercados de Angola e Moçambique e analisar esta nova realidade.

O estado da saúde visual nos mercados angolano e moçambicano, as oportunidades, o diagnóstico aos dois países e às suas províncias, bem como a apresentação de um ‘case study’ são alguns dos temas que a F3M lança na mesa.

O debate será ainda alimentado pela participação do especialista em internacionalização, António Paraíso, que falará sobre alguns dos aspetos que os ópticos devem ter em consideração quando pensam avançar para mercados externos e qual a melhor forma de se organizarem lá fora.

“Queremos desafiar os óticos para uma estratégia de internacionalização”, explica Pedro Fraga, administrador e CEO da F3M.

 

19 Novembro 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021

Notícias relacionadas