Ajudar os pais a compreender a miopia dos seus filhos

Imagem da notícia: Ajudar os pais a compreender a miopia dos seus filhos

Introdução

Diagnosticar miopia numa criança faz parte do dia-a-dia dos profissionais da visão, e este artigo analisa os principais elementos de como os profissionais da visão podem melhorar a sua interação com os pais e filhos. Os próprios profissionais da visão estão profundamente familiarizados com a miopia, e esta é talvez o maior contraste entre eles e os pais da criança míope acabada de diagnosticar – o contexto. Enquanto um dos pais pode ter algum sentido de erro refrativo nas famílias, outro pode não fazer a ligação.

Compreender a miopia, quanto mais a relação entre os diversos elementos óticos do olho (por exemplo, a curvatura da córnea e o comprimento axial), permanece largamente desconhecido aos pais,1 pelo que o hiato de conhecimento é enorme. Os pais merecem ser informados sobre a probabilidade dos seus filhos necessitarem de uma correção da visão, bem como sobre os principais marcos no seu crescimento e desenvolvimento, onde o exame ocular é tanto de diagnóstico como de prognóstico para ajudar a prever o futuro grau refrativo e as necessidades dos seus filhos.

Miopia – o primeiro diagnóstico

Uma criança pode chegar a um exame ocular por circunstâncias diversas. Quando um ou ambos os pais requerem correção da visão, os exames oculares fazem parte dos seus exames periódicos de saúde, o que pode levá-los a considerar a possibilidade de submeter o seu filho a um exame. Em contraste, os pais emetropes podem não reconhecer a importância dos exames oculares regulares para os seus filhos.

Em alguns casos, o problema da visão de uma criança pode ser detetado através de um rastreio ocular escolar ou a partir das preocupações expressas por um professor mais observador. Estes cenários são exemplos das possibilidades que um profissional da visão pode encontrar ao examinar uma criança pela primeira vez. Especificamente, quando a miopia é o resultado do exame ocular, é útil considerar os conhecimentos e experiência existentes do(s) progenitor(es) ao apresentar as conclusões do exame ocular ao discutir os passos seguintes.

Leia este artigo técnico desenvolvido por Sarah Morgan* na revista ÓpticaPro 222.

*Sarah L. Morgan BSc (Hons), MCOptom, MPhil, FAAO, FBCLA

Este artigo teve o apoio de uma subvenção da CooperVision.

Referências:

Dados em arquivo CooperVision. Dados GMAC – pais – 2019

Walline J, et al. Randomized trial of the effect of contact lens wear on self-perception in children. Optom Vis Sci. 2009 Mar;86(3):222-32.

Chamberlain P, et al. A 3-year Randomized Clinical Trial of MiSight Lenses for Myopia Control. Optom Vis Sci. 2019 Aug;96(8):556-567.

Morgan SL.  Age six – the refractive error milestone? 2020 Optometry Today 60:08 60-63

Zadnik K et al. Prediction of Juvenile-Onset Myopia. JAMA Ophthalmology, April 2015 DOI: 10.1001/jamaophthalmol.2015.0471

1 Fevereiro 2022
Visão

PUBLICIDADE
Bausch Lomb

Notícias relacionadas

UMinho apela à participação em estudo sobre progressão da miopia

No âmbito de um projeto de investigação, inserido no Programa Doutoral em Optometria e Ciências da Visão da Universidade do Minho, foi desenvolvido um inquérito que visa conhecer a perceção e a aplicação das diferentes técnicas para controlo da progressão da miopia por parte dos profissionais dos cuidados da saúde visual.

Ler mais 9 Maio 2022
AtualidadeVisão

Já ouviu falar da MELLER?

A MELLER, que nasceu de forma digital e é hoje “uma das melhores marcas de óculos de sol existente nas redes sociais”, prepara-se para lançar uma linha de prescrição. A MELLER Specs estará apenas disponível nas óticas.

Ler mais 26 Abril 2022
AtualidadeLentesÓculosVisão