Reduzir as listas de espera para oftalmologia

Imagem da notícia: Reduzir as listas de espera para oftalmologia

Um estudo realizado pela Nova Healthcare Initiative Research, da Universidade Nova de Lisboa, revela que 25% dos pedidos de consulta de oftalmologia podem ser resolvidos por optometristas, dada a natureza das condições referenciadas e caso estes profissionais fossem integrados no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Segundo noticia o portal Sapo, esta é uma das resoluções apresentadas pelo trabalho de investigação,com a assinatura do economista Pedro Pita Barros e o gestor hospitalar Alexandre Lourenço, e que visa “a generalização dos programas de rastreio e a redução ou mesmo eliminação dos tempos de espera para consulta de oftalmologia”.

Para Raúl de Sousa, presidente da Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO), “esta é uma realidade que poderia ser retificada através da regulamentação e integração de optometristas no SNS, uma vez que que esta especialidade está preparada para fornecer cuidados extensivos em visão e sistema visual, que incluem refração e prescrição, deteção e acompanhamento de doenças oculares e o tratamento de condições do sistema visual”.

“Tomamos estas recomendações em muito boa conta e concordamos com a abordagem multidisciplinar proposta de cooperação entre os optometristas e oftalmologistas, a qual beneficiará, e muito, o utente. As conclusões e recomendações do referido estudo são de tal importância e preveem tal impacto na saúde dos portugueses, que não podem deixar de ser analisadas e considerada no atual processo de elaboração da Estratégia Nacional para a Saúde da Visão”, diz Raúl de Sousa.

23 Abril 2019
Visão

PUBLICIDADE
MIDO 2022
PUBLICIDADE
jackNoble
PUBLICIDADE
.....nome do evento, marca, etc.....
PUBLICIDADE
Vision Plus Expo 2021

Notícias relacionadas

MultiOpticas assinala Dia Mundial da Literacia no Sabugal

A Iniciativa “Ver bem para aprender melhor" realiza-se na freguesia do Casteleiro, Sabugal (Beira Alta), com oferta de rastreios visuais, óculos graduados à população com maiores dificuldades socioeconómicas e livros pedagógicos para ensinar a ler e a escrever.

Ler mais 8 Setembro 2021
AtualidadeEventos e formaçãoVisão

Estudo releva: má visão está fortemente associada ao risco de acidentes rodoviários

Uma investigação liderada pela Queen's University Belfast e publicada pelo The Lancet Global Health indica que é necessária uma ação urgente para reduzir o número de acidentes de viação que podem ser atribuídos a uma visão deficiente. Estas conclusões foram o resultado da primeira revisão abrangente para destacar a ligação entre visão deficiente e segurança rodoviária em países de baixo e médio rendimento. 

Ler mais 26 Agosto 2021
AtualidadeVisão