“Convido todos os profissionais a virem descobrir o effet Silmo”

Imagem da notícia: “Convido todos os profissionais a virem descobrir o effet Silmo”

ÓpticaPro: O que tem para nos revelar do Silmo deste ano?

Philippe Lafont: O Silmo tem a particularidade de ser um salão virado para a continuidade, para o longo termo. O nosso objetivo não é o de alterar o que funciona, nem o de correr atrás das novidades. Contudo, estamos em permanente progressão, a fim de facilitar a receção dos expositores e dos visitantes. Estamos a desenvolver, neste momento, diferentes animações que serão reveladas no momento oportuno.

OP: Em que medida é que a atual conjuntura económica irá influenciar o número de visitantes do salão?

PL: Dizer que não existirão incidências seria inconsciência, pois o ambiente económico é instável e difícil. Por outro lado, esta crise que perdura e está longe de ter acabado, não impede as empresas de prosperarem e de se desenvolverem. A óptica é um sector organicamente em crescimento, nomeadamente nos países emergentes onde ainda há muito por fazer. O nosso papel, como organizadores do salão, é o de oferecer a melhor plataforma internacional, juntando o maior número possível de atores da fileira e também “tornar acessíveis” os mercados, para ajudar as empresas a venderem e a desenvolverem-se.

Entrevista na íntegra na ÓpticaPro 108

6 Junho 2012
Entrevistas

Notícias relacionadas

“Acreditem na optoVision e no projeto da marca para Portugal”

Mário Pereira é o "rosto" da optoVision em Portugal, laboratório alemão de lentes oftálmicas que chegou em outubro ao nosso país. Numa entrevista intimista, o responsável pelo projeto falou-nos do seu percurso e da larga experiência que possui na área das lentes oftálmicas e, ainda, da marca que vai liderar em território nacional.

Ler mais 16 Novembro 2020
Entrevistas

Daniela Guerreiro: “O mercado da ótica mudou bastante”

Com uma recente remodelação, a Oculista Carioca, nos arredores de Sintra, está mais atrativa e funcional. Com “um serviço de qualidade, seriedade e profissionalismo”, Daniela Guerreiro, há 16 anos na empresa fundada pelo pai, reconhece que o mercado mudou bastante desde então.

Ler mais 20 Julho 2020
Entrevistas