“Escutar os clientes é o
segredo do nosso sucesso”


ÓpticaPro: Porquê a aposta do Grupo Auchan na área da óptica?

Gonçalo Gandra: Procuramos activamente responder às necessidades dos clientes. A óptica foi mais um passo nessa direcção. Nos vários estudos que realizámos, os nossos consumidores mencionaram que gostariam de ter ópticas no Jumbo. Era nossa obrigação satisfazer este desejo.

 

OP: Nesse sentido, qual a estratégia definida para implantar a Óptica Jumbo?

GG: A filosofia da marca está em plena sintonia com a estratégia global definida para todas as áreas de negócio do grupo. Trata-se de melhorar, dia após dia, a qualidade de vida dos nossos clientes.


OP: E como conseguem atingir esse objectivo ?

GG: Disponibilizando as melhores marcas ao melhor preço do mercado. Além disso, temos serviços permanentes de optometria realizados por profissionais licenciados. Desta forma, democratizamos o acesso aos melhores produtos, mantendo toda a liberdade de escolha e garantindo a qualidade dos produtos e serviços comercializados.

 

OP: Dispõem de seis ópticas em funcionamento. Pretendem cobrir todas as lojas do grupo em Portugal?

GG: O que posso assegurar neste momento é que continuaremos sempre a alargar a presença da Óptica Jumbo.

 

OP: Após estes dois anos de actividade, como define a aceitação dos consumidores?

GG: Os nossos clientes têm revelado desde o início uma aceitação muito entusiástica à incorporação da Óptica Jumbo nas suas vidas. Diria mesmo que, face aos resultados obtidos, os consumidores estavam “desejosos” que um conceito como a Óptica Jumbo surgisse no mercado português. É claro que este sucesso está também alicerçado num capital humano de qualidade, como as nossas equipas de optometristas e vendedores. Como mencionei no inicio, a decisão de lançar a Óptica Jumbo baseou-se no simples acto de “escutar os clientes”. E quando se “escuta os clientes” e se incorpora nas decisões estratégicas o que eles dizem, normalmente, acertamos no caminho que traçamos e atingimos o sucesso.

 

OP: Possuem projectos com as características da Óptica Jumbo noutros países?

GG: Sim, o Grupo Auchan tem ópticas em França e em Itália., já há vários anos, embora com características ligeiramente diferentes.

 

OP: Reserva alguma alteração em termos estratégicos para a conquista de novos mercados?

GG: Mantemos sempre uma atitude aberta para novas oportunidades de negócio.Enquanto responsável pela Óptica Jumbo, equaciono permanentemente outros pontos de negócio e novos mercados, que se concretizarão à medida que sentirmos que é isso que os nossos clientes esperam de nós. Ou seja, a cultura que se vive no Grupo Auchan assenta numa abertura total para se encontrarem soluções de retalho relevantes para a vida dos nossos consumidores.Adoptaremos sempre as decisões que melhor cumpram esse propósito.

 

 

8 Outubro 2010
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
PUBLICIDADE
Vision Plus Expo 2021

Notícias relacionadas

“É indescritível sentir que com pouco mudamos a vida de alguém”

Apaixonados por viagens e ligados ao mundo da ótica, Ana Carvalho e Vítor Martins são pessoas inspiradoras, que aliam o gosto de viajar à ajuda ao próximo. Numa conversa com a ÓpticaPro, os proprietários da Ótica Maxivisão desvendaram-nos as suas aventuras e missões em conjunto, para além da história da marca. Apesar de a pandemia associada ao novo coronavírus ter adiado alguns sonhos, de uma coisa estão seguros: não os parou.

Ler mais 27 Abril 2021
EntrevistasRevista

Criador da Police Eyewear muda-se para Portugal

O designer e criador da marca Police Eyewear, Bruno Palmegiani, decidiu mudar-se de armas e bagagens para Lisboa no ano passado, onde tenciona colocar em prática algumas ideias e projetos quando a pandemia o permitir.

Ler mais 22 Fevereiro 2021
Entrevistas

“Nunca mais vamos voltar a trabalhar como antigamente”

Confesso otimista, irrequieto e ambicioso, Rui Motty é uma pessoa inspiradora, característica própria dos líderes. Numa longa conversa com a ÓpticaPro, o diretor da Optocentro desvendou-nos as novidades da empresa, para além das soluções para os obstáculos provocados pela pandemia associada ao novo coronavírus. De uma coisa está certo: nada voltará a ser como antes.

Ler mais 20 Janeiro 2021
Entrevistas