Covid-19: Lista de óticas abertas já está online

Imagem da notícia: Covid-19: Lista de óticas abertas já está online

A Associação Nacional dos Ópticos (ANO) criou uma nova área na sua página online, na qual disponibiliza o acesso à lista das suas óticas associadas que, mantendo todas as normas de higiene e segurança no combate ao novo coronavírus, continuam a prestar serviços essenciais às suas comunidades na área da saúde visual durante o Estado de Emergência em Portugal.

Através deste link, os portugueses poderão consultar facilmente a informação relativa à ótica mais perto da sua área de residência, bem como o seu horário de funcionamento durante esta fase.

Pela importância desta informação para a população portuguesa, a ANO encontra-se em contacto e a trabalhar juntamente com o Governo, em concreto com o Ministério da Economia e Transição Digital, para que esta listagem das óticas ANO seja disponibilizada em breve na plataforma digital governamental. A plataforma digital EstamosON é um guia prático criado para apoiar cidadãos, famílias e empresas no combate aos efeitos causados pelo novo coronavírus e a Covid-19.

“Para a ANO, é essencial comunicar a disponibilidade dos nossos associados, para que os portugueses continuem a ter acesso a produtos e serviços de qualidade na área da ótica, pois os cuidados de saúde visual das nossas comunidades são a nossa missão diária”, refere o presidente da ANO, Fernando Tomaz.

“Imaginemos que, durante esta fase, um alto míope (com grande incapacidade de ver bem ao longe) ou até mesmo um presbita (com dificuldade em ver bem ao perto) partem os seus óculos; ou alguém que perde o seu último par de lentes de contacto… como é que poderão manter uma boa qualidade de vida ou desempenhar as suas tarefas em casa ou em regime de teletrabalho, sem recorrer aos nossos serviços?”, questiona o presidente da associação.

A garantia do acesso a este serviço essencial resulta do conjunto de medidas anunciadas pelo Governo na semana passada – através do Decreto n.º 2-A/2020 – que elenca as óticas como serviços a manter durante o Estado de Emergência.

Para Fernando Tomaz, “tal decreto só sublinhou a importância deste setor para as comunidades onde se inserem as óticas ANO, de norte a sul do país e ilhas e que englobam tanto os grandes grupos e cadeias de ótica como óticas independentes”.

Assim, na resposta de Portugal à Covid-19, a ANO e as suas óticas associadas dizem, tal como o lema da plataforma digital do Governo, “Não paramos, Estamos ON, porque somos um serviço essencial para a sua visão”, remata Fernando Tomaz.

30 Março 2020
Atualidade

Notícias relacionadas

Joe Doucet cria “viseira” com hastes e lentes solares

A pensar no uso prolongado de equipamentos de proteção individual, o designer Joe Doucet projetou uma "viseira" com hastes e lentes solares integradas, o que a torna mais prática e menos invasiva. E, claro, mais agradável à vista.

Ler mais 27 Maio 2020
AtualidadeÓculos