Gabriel, o desporto e a visão

Imagem da notícia: Gabriel, o desporto e a visão

Patrícia Rodrigues, optometrista na área de Performance Desportiva, escreveu na sua página de LinkedIn um artigo sobre o futebolista do Sport Lisboa e Benfica Gabriel, a propósito da lesão que sofreu recentemente durante um jogo: parésia do VI par craniano esquerdo, com limitação da abdução, que condiciona dipoplia.

Uma imagem que não se volta a repetir nos próximos meses, pela incapacidade do olho esquerdo em fazer esse movimento. A “visão e o desporto”, pelos piores motivos é o tema do dia com a nota de imprensa do Sport Lisboa e Benfica relativo ao problema do Gabriel.

A paralisia do 6º nervo craniano diagnosticada no olho esquerdo do Gabriel, manifesta-se pela incapacidade do olho esquerdo fazer o movimento para fora. Cada vez que o jogador pretende acompanhar algum movimento dos companheiros de equipa, da bola ou dos adversários (ou mesmo ficar outro objecto/pessoa) em que tenha de realizar essa rotação ocular, o olho esquerdo não acompanha o olho direito. Em resultado, os olhos não vão estar alinhados, e as imagens enviadas ao cérebro serão diferentes: o jogador verá a duplicar (em termos técnicos diplopia)!

Já diagnosticado, e descartadas causas neurológicas de maior preocupação que poderiam estar na causa deste problema, surge o tempo de recuperação. Fisioterapia e treino ocular adaptado. Mais do que recuperação motora, é necessário o envolvimento da parte sensorial. Os músculos tornam-se funcionais, mas as vias visuais têm de se manter activas e perceptivas. O treino visuo-sensorial permite recuperar de lesões diversas, desde que bem delineado. 

15 Fevereiro 2020
Opinião

PUBLICIDADE
jackNoble
PUBLICIDADE
Alcon
PUBLICIDADE
.....nome do evento, marca, etc.....
PUBLICIDADE
Vision Plus Expo 2021

Notícias relacionadas

Óculos e lentes de contacto em tempos de pandemia

Uma das formas de prevenir o contágio pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) é evitar levar as mãos ao rosto. Acontece que, quem usa óculos ou lentes de contacto, costuma mexer nos olhos mais frequentemente. O médico oftalmologista José Salgado-Borges escreve-nos algumas dicas sobre como podemos proteger-nos melhor durante a pandemia de Covid-19.

Ler mais 5 Janeiro 2021
Opinião