Centro Clínico de Ciências da Visão abriu na Universidade da Beira Interior

Imagem da notícia: Centro Clínico de Ciências da Visão abriu na Universidade da Beira Interior

A 21 de janeiro foi inaugurado, nas instalações da fábrica do Moço, junto ao polo I da Universidade da Beira Interior (UBI), o centro clínico de ciências da visão. Resultante de uma ideia dos docentes de optometria e financiado em 400 mil euros pelo programa Mais Centro, o projeto, que conta com uma vertente pedagógica, está aberto à comunidade com um conjunto de serviços e exames complementares.

Segundo informação disponibilizada no site da UBI, “a possibilidade de realizar exames complementares de diagnóstico é um dos fatores diferenciadores do Centro, prestando assim à comunidade não só a consulta, mas também outros exames, aos quais os utentes da região têm dificuldade de acesso”, explica o diretor do Centro, Francisco Ferreira.

O centro, que está registado na Entidade Reguladora da Saúde, não se sobrepõe ao mercado, garante o diretor, na medida em que disponibilizará apenas serviços, encaminhando devidamente o paciente, se for caso disso. Haverá, no entanto, um pagamento “mesmo que simbólico” para tornar o centro auto-sustentável.

O espaço possui uma equipa de seis elementos, três dos quais estagiários de mestrado de optometria em ciências da visão, mas todos os alunos do curso poderão passar pelo centro, que assume assim uma vertente pedagógica. “Todos os alunos virão à clínica com funções diferentes, por exemplo, os alunos de 3.º ano da licenciatura vão passar por aqui no segundo semestre, para assistirem a consultas e pontualmente fazer um ou outro exame. Os alunos de mestrado terão trabalhos aqui e projetos no Centro”.

O centro clínico já tem a agenda preenchida até final de fevereiro, fruto de um projeto de rastreio da visão realizado em parceria com as escolas. O centro funcionará de segunda a sexta-feira das 9h às 18h, mediante marcação.

 

25 Janeiro 2016
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade