“Visão e audição são sentidos complementares”

Imagem da notícia: “Visão e audição são sentidos complementares”

O empresário Marco Beirão, de 35 anos, gere uma rede de oito ópticas na região Centro, nos distritos de Coimbra e Leiria.

De espírito dinâmico e inovador, aderiu ao Projeto A.N.O – Audição na Óptica, desenvolvido pela Audibel Centros Auditivos.

ÓpticaPro: Quais as razões que o levaram a instalar ‘corners’ A.N.O. – Audição na Óptica nos seus estabelecimentos?

Marco Beirão: Acima de tudo, quis proporcionar mais um serviço aos nossos clientes. Era uma ambição que já acalentava há algum tempo, porque tinha tido más experiências com aquelas empresas que se deslocam uma vez por mês às ópticas. As coisas assim não correm bem. É preciso controlar tudo, ter o negócio instalado de forma permanente, até porque a visão e a audição são sentidos complementares.

OP: E os resultados?

MB: São positivos. Em pouco tempo, já fizemos várias vendas de aparelhos auditivos. Se as vendas se mantiverem a este ritmo, no próximo ano esta área já irá representar um volume de negócios extremamente significativo nos nossos estabelecimentos.

Saiba mais na próxima ÓpticaPro.

11 Dezembro 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade