Morangos e mirtilos evitam ataques cardíacos

Imagem da notícia: Morangos e mirtilos evitam ataques cardíacos

Um novo estudo desenvolvido por investigadores da Harvard School of Public Health em Boston, nos EUA, afirma que as mulheres que comem morangos e mirtilos três ou mais vezes por semana podem reduzir em até um terço o risco de sofrerem um ataque cardíaco.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas analisaram mais de 93.600 mulheres com idades entre os 25 e os 42 anos que participaram no Nurses’ Health Study II, uma investigação norte-americana de larga escala acerca da saúde feminina que se baseou nas respostas dadas pelas próprias acerca da sua dieta e na monitorização do seu estado de saúde ao longo de 18 anos.

No decorrer do estudo registaram-se 405 ataques cardíacos, sendo que as mulheres que ingeriam mais morangos e mirtilos mostraram correr 35 por cento menos riscos de sofrer um desses episódios do que aquelas que só consumiam estes frutos uma vez por mês.

Estes frutos silvestres contêm elevados níveis de flavonoides, substâncias que se encontram em vários alimentos que, segundo a investigação, ajudam a dilatar os vasos sanguíneos, a evitar a formação de coágulos nas artérias coronárias e, em última instância, a prevenir enfartes.

25 Janeiro 2013
Atualidade

PUBLICIDADE
Oporto Optics Summit 2024

Notícias relacionadas

Essilor torna-se patrocinador do podcast Simply Flow 

A Essilor torna-se o patrocinador da nova temporada do podcast Simply Flow, apresentado pela comunicadora, Fátima Lopes. A segunda temporada do podcast estreia hoje, 6 de fevereiro, e vai contar com 6 episódios que poderão ser ouvidos na Rádio Renascença.

Ler mais 6 Fevereiro 2024
Atualidade

Revista do mês. Os mais lidos de janeiro

Ao virar do primeiro mês de 2024, destacamos as notícias mais procuradas pelos leitores na página online, com o conjunto de cinco artigos mais lidos em janeiro da ÓpticaPro.

Ler mais 1 Fevereiro 2024
Atualidade

APLO solicita regulamentação da profissão

A Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO) pretende que o Governo regulamente a profissão e clarifique o decreto que alterou os estatutos da Ordem dos Médicos, dando aos médicos atos que diz serem também próprios dos optometristas.

Ler mais 24 Janeiro 2024
Atualidade