Morangos e mirtilos evitam ataques cardíacos

Imagem da notícia: Morangos e mirtilos evitam ataques cardíacos

Um novo estudo desenvolvido por investigadores da Harvard School of Public Health em Boston, nos EUA, afirma que as mulheres que comem morangos e mirtilos três ou mais vezes por semana podem reduzir em até um terço o risco de sofrerem um ataque cardíaco.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas analisaram mais de 93.600 mulheres com idades entre os 25 e os 42 anos que participaram no Nurses’ Health Study II, uma investigação norte-americana de larga escala acerca da saúde feminina que se baseou nas respostas dadas pelas próprias acerca da sua dieta e na monitorização do seu estado de saúde ao longo de 18 anos.

No decorrer do estudo registaram-se 405 ataques cardíacos, sendo que as mulheres que ingeriam mais morangos e mirtilos mostraram correr 35 por cento menos riscos de sofrer um desses episódios do que aquelas que só consumiam estes frutos uma vez por mês.

Estes frutos silvestres contêm elevados níveis de flavonoides, substâncias que se encontram em vários alimentos que, segundo a investigação, ajudam a dilatar os vasos sanguíneos, a evitar a formação de coágulos nas artérias coronárias e, em última instância, a prevenir enfartes.

25 Janeiro 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade