Cientista portuguesa lidera descoberta importante na doença de Alzheimer

Imagem da notícia: Cientista portuguesa lidera descoberta importante na doença de Alzheimer

O futuro desenvolvimento de medicamentos pode agora contar com uma nova descoberta: uma variante de um gene que aumenta o risco de doença de Alzheimer.

O estudo incidiu sobre cerca 1092 doentes de Alzheimer e um grupo de controlo composto por 1107 elementos saudáveis.

Em declarações à agência Lusa, a líder desta equipa internacional, Rita Guerreiro, explica que encontraram “um gene em particular, bastante interessante para a doença, uma variante que estava significantemente aumentada no grupo de doenças de Alzheimer em relação ao grupo de controlo”.

“A variante é a R47H que aparece em cerca de 2 por cento dos doentes com Alzheimer e em cerca de 0,5 por cento de pessoas sem a doença”, acrescenta a cientista portuguesa.

Rita Guerreiro considera esta descoberta “uma das mais influentes dos últimos 20 anos…a qual vai permitir estudar novos genes, novas proteínas e novas moléculas que vão interagir com este gene”, e sublinha a sua importância para o desenvolvimento de fármacos e terapias no combate à doença de Alzheimer.

30 Novembro 2012
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade