Visão em 3D e com profundidade

Imagem da notícia: Visão em 3D e com profundidade

Bruce Bridgeman, da Califórnia, não tinha visão em profundidade devido ao estrabismo. Um problema que o afetava desde criança mas que em fevereiro e, aos 67 anos, depois de ver um filme em 3D ficou “curado”.

O californiano, neurocientista, nunca tinha conseguido ver o mundo a três dimensões e com profundidade, como o comum do mortais, devido ao problema de estrabismo que o afetava desde a infância e foi aparentemente curado pelo génio de Martin Scorcese e o filme “Hugo”, em 3D.

A falta de profundidade é vulgarmente conhecida por “stereoblindness”, ou seja, o cérebro não envia as imagens ligeiramente diferentes para cada olho cuja combinação torna possível que os humanos tenham visão em profundidade.

A limitação não impediu Bruce Bridgeman de ir ao cinema, com a esposa, e nos primeiros minutos do filme começar a distinguir as diferenças de profundidade, uma situação que, desde fevereiro, se mantém inalterável.

“Quando pagámos pelos óculos 3D achei um desperdício porque comigo não faria qualquer diferença”, revela mas o fenómeno, que causou surpresa, não se limitou à sala de cinema e Bruce Bridgeman acrescenta, “fiquei espantado ao ver um candeeiro sobressair em relação ao fundo. Árvores, carros e até pessoas estavam mais vívidas do que em qualquer outra vez”.

O “milagre” ficou conhecido porque o neurocientista escreveu a um colega de profissão o que lhe tinha acontecido para que este publicasse o sucedido no seu blogue. Na mesma missiva descreve que a visão tem evoluído e chegou a um nível considerado normal.

As teorias são várias e céticas também mas, depois de inúmeros tratamentos falhados, os estímulos constantes do filme, realizado em 3D de raiz, podem ter sido suficientes para a cura de Bruce Bridgeman, cujo cérebro já devia estar preparado para esta realidade.

14 Agosto 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
jackNoble
PUBLICIDADE
Alcon
PUBLICIDADE
.....nome do evento, marca, etc.....
PUBLICIDADE
Vision Plus Expo 2021

Notícias relacionadas

Optocentro Lisboa mostra theo eyewear

A nova montra da Optocentro na Avenida António Augusto Aguiar, Lisboa, destaca a marca theo eyewear e os seus óculos de designer alternativos.

Ler mais 30 Julho 2021
Arquitetura e decoraçãoAtualidadeÓculos