Portugueses adiam cuidados de saúde visual por questões monetárias

Imagem da notícia: Portugueses adiam cuidados de saúde visual por questões monetárias

Cerca de 31 por cento dos portugueses já adiaram cuidados de saúde visual devido a questões monetárias, revela o estudo internacional “Healthy Sight Survey”, promovido pela Transitions Optical, empresa de lentes fotocromáticas, avança o Sapo Saúde.

O estudo foi realizado em 2010 pela Ipsos Health a cerca de 9000 pessoas em oito países, nomeadamente França, Holanda, Espanha, Portugal, África do Sul, Alemanha, Inglaterra e Itália.

Na análise, verificou-se que os portugueses adiaram consultas para fazer um ‘check-up’ visual ou para comprarem armações e lentes oftálmicas de prescrição médica.

9 Novembro 2011
Atualidade

PUBLICIDADE
Bausch Lomb
PUBLICIDADE
Silmo Paris

Notícias relacionadas

SILMO d’OR revela júri dos prémios de 2022

Jun Gobron foi nomeado júri da edição deste ano dos galardões da feira internacional. O arquitecto de interiores e designer apresenta uma perspectiva única e multicultural para continuar a escrever a história dos prémios SILMO d'Or.

Ler mais 15 Agosto 2022
AtualidadeEventos e formaçãoÓculos

Maxivisão lança aplicação móvel

O lançamento da aplicação decorreu na Poiartes, certame de Vila Nova de Poiares, e conta com novidades e campanhas com o intuito de tornar o cliente da Maxivisão “um cliente único”.

Ler mais 12 Agosto 2022
AtualidadeEventos e formação