Descoberto novo oncogene

Foi descoberto um novo oncogene causador da forma mais comum do cancro ocular, o melanoma da úvea. A revelação surgiu num estudo americano publicado no “New England Journal of Medicine”.

Na maioria dos casos, este tipo de tumores ocorre numa região do olho, conhecida como trato uveal, constituída pela íris, pelo corpo ciliar, que engloba o conjunto de músculos envolvidos na focagem do olho, e pela coróide, a camada pigmentada que se localiza sob a retina.

Um dos principais problemas inerentes a esta forma de cancro prende-se com o facto de grande parte dos pacientes não apresentarem sintomas, até o tumor se tornar excessivamente grande e causar problemas de visão. Actualmente, quando o tumor se dissemina para além do olho, as opções de tratamento são muito limitadas. O novo oncogene, agora publicado em estudo, surgiu em mais de 40 por cento das amostras de tumores de pacientes que sofriam de melanoma da úvea.

Boris Bastian, o grande responsável pelo estudo, revelou que uma vez que a grande maioria dos melanomas da úvea têm mutações no oncogene descoberto, este poderá constituir o alvo e o ponto de partida para uma nova investigação e intervenção terapêutica.

 

 

redaccao@opticapro.pt

13 Janeiro 2011
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade