AAO diz que lentes cosméticas são altamente perigosas

Segundo a American Academy of Ophthalmology (AAO), as lentes de contacto cosméticas, usadas para tornar os olhos mais salientes, constituem “uma tendência nova e potencialmente perigosa entre os adolescentes e jovens adultos”.

A venda livre deste tipo de lentes está proibida desde 2005 e, apesar da necessidade de prescrição médica para as adquirir, elas podem comprar-se através da internet.

O comunicado de imprensa difundido pela AAO revela que “os consumidores correm sérios perigos ao comprarem lentes cosméticas sem receita médica. Trata-se de um dispositivo médico que requer prescrição, um ajuste adequado por parte do profissional e o compromisso do consumidor em relação ao cuidado apropriado”.

Os especialistas alertam também para “a inflamação e dor que podem ocorrer com uma adaptação inadequada das lentes, podendo conduzir a problemas mais graves, como queimaduras na córnea e infecções”.

As lentes “circulares”, que se estendem além da íris para que o olho pareça maior, tornaram-se populares entre os jovens, depois de a estrela ‘pop’ Lady Gaga as ter utilizado no seu videoclip Bad Romance.

 

28 Julho 2010
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade