‘E-commerce’ com metade do crescimento mundial até 2025

Imagem da notícia: ‘E-commerce’ com metade do crescimento mundial até 2025

O comércio eletrónico vai representar metade do crescimento do retalho a nível mundial até 2025, aumentando em cerca de 1,4 mil milhões de dólares.

A revista digital “Grande Consumo”, adianta que no ano passado, 16% dos bens foram comprados online, o dobro da proporção registada em 2015. Os dados foram avançados numa recente conferência online sobre o “Retalho em Transição: Capitalização de futuras oportunidades de comércio eletrónico” promovida pelo Euromonitor International.

Nos próximos cinco anos, os Estados Unidos da América, a China e o México deverão registar o maior crescimento no valor absoluto. Para 72% dos profissionais de retalho, a pandemia acelerou a sua transformação digital em um a dois anos. Em 2020, as vendas online cresceram 26%.

“Um dos impactos mais pronunciados da pandemia é o aumento da influência da tecnologia. As empresas na América Latina, por exemplo, têm vindo a fazer maiores investimentos digitais e a região deverá atingir o maior crescimento em valor em 2025”, projeta Michelle Evans, chefe sénior de Investigação do Consumidor Digital na Euromonitor International.

“Contudo, a rápida transformação digital elevou os desafios para os modelos de negócio tradicionais e para as lojas físicas, pelo que é fundamental reavaliar a estratégia de negócio de modo a manter-se competitivo”, acrescenta Michelle Evans.

Portugal

O panorama do comércio a retalho vive um elevado nível de agitação provocado pela pandemia da COVID-19 desde o ano passado. Muitas empresas em Portugal viram-se forçadas a fechar as suas portas durante os períodos de confinamento, enfrentando um nível de vendas mais baixo e de forma contínua. Isto levou muitas empresas no nosso país a recorrer às vendas digitais, a fim de continuarem a desenvolver a sua atividade durante os períodos de encerramento, evitando assim perdas maiores nos seus negócios e aproximando-se dos consumidores.

Segundo a Euromonitor Internacional, as empresas que já consideravam expandir-se para as vendas digitais, aceleraram esse mesmo processo em 2020, de forma a satisfazer a procura crescente de comércio eletrónico durante a pandemia. A Barbot e a Espaço Casa, são bons exemplos dessa estratégia, antecipando o lançamento das suas plataformas online.

9 Abril 2021
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2022
PUBLICIDADE
jackNoble

Notícias relacionadas

FEEDiU é o novo fornecedor protocolado da CECOP

A FEEDiU é o novo fornecedor protocolado da CECOP e tem o objetivo de ajudar os associados a digitalizar as suas óticas. Estes terão acesso a uma campanha exclusiva, além de todos os benefícios que têm em trabalhar com um fornecedor protocolado CECOP.

Ler mais 21 Outubro 2021
AtualidadeGrupos de ótica

VisionPlus Expo 2021 decorre de 26 a 28 de outubro

A VisionPlus Expo 2021 conta até ao momento com 1500 pré-registos recebidos de mais de 60 países. O evento que decorre de 26 a 28 de outubro, no Dubai vai ter várias exposições, entrega de prémios e conferências.

Ler mais 20 Outubro 2021
AtualidadeEventos e formação