“Os laboratórios são a nossa concorrência direta”

Imagem da notícia: “Os laboratórios são a nossa concorrência direta”

Miguel Teles, o diretor da Aros, deu-nos a sua opinião sobre a principal ameaça ao setor da ótica.

ÓpticaPro: A concorrência acaba por enviesar o objetivo final do vosso serviço?

Miguel Teles: Claro. Os laboratórios são a nossa concorrência direta. Eles são uma ameaça porque não estão preocupados em agradar o cliente como nós estamos, mesmo que isso prejudique o consumidor final da ótica. Os laboratórios, no fundo, são os causadores principais do estado atual do mercado da ótica. A grande vantagem para o ótico em escolher o serviço com o Tracer é exclusivamente o preço, de resto ganhamos em todas as vertentes.

Entrevista completa na ÓpticaPro 186.

5 Fevereiro 2019
Entrevistas

Notícias relacionadas

“Acreditem na optoVision e no projeto da marca para Portugal”

Mário Pereira é o "rosto" da optoVision em Portugal, laboratório alemão de lentes oftálmicas que chegou em outubro ao nosso país. Numa entrevista intimista, o responsável pelo projeto falou-nos do seu percurso e da larga experiência que possui na área das lentes oftálmicas e, ainda, da marca que vai liderar em território nacional.

Ler mais 16 Novembro 2020
Entrevistas

Daniela Guerreiro: “O mercado da ótica mudou bastante”

Com uma recente remodelação, a Oculista Carioca, nos arredores de Sintra, está mais atrativa e funcional. Com “um serviço de qualidade, seriedade e profissionalismo”, Daniela Guerreiro, há 16 anos na empresa fundada pelo pai, reconhece que o mercado mudou bastante desde então.

Ler mais 20 Julho 2020
Entrevistas