“Os laboratórios são a nossa concorrência direta”

Imagem da notícia: “Os laboratórios são a nossa concorrência direta”

Miguel Teles, o diretor da Aros, deu-nos a sua opinião sobre a principal ameaça ao setor da ótica.

ÓpticaPro: A concorrência acaba por enviesar o objetivo final do vosso serviço?

Miguel Teles: Claro. Os laboratórios são a nossa concorrência direta. Eles são uma ameaça porque não estão preocupados em agradar o cliente como nós estamos, mesmo que isso prejudique o consumidor final da ótica. Os laboratórios, no fundo, são os causadores principais do estado atual do mercado da ótica. A grande vantagem para o ótico em escolher o serviço com o Tracer é exclusivamente o preço, de resto ganhamos em todas as vertentes.

Entrevista completa na ÓpticaPro 186.

5 Fevereiro 2019
Entrevistas

Notícias relacionadas

Maxivisão abre nova loja em “tempos de Covid-19”

O projeto em Vila Nova de Poiares já estava em mente desde há um ano, mas só acabou por se efetivar em final de 2019. "Iniciámos as obras no início de 2020 e prevíamos abrir em finais de março. Obviamente toda esta situação atrasou-nos os planos, mas não esmorecemos e decidimos continuar. Conseguimos abrir portas agora a 16 de maio", afirmam os responsáveis Ana Carvalho e Vitor Martins à ÓpticaPro.

Ler mais 27 Maio 2020
Entrevistas