“Garantimos – na Aros – um serviço perfeito”

Imagem da notícia: “Garantimos – na Aros – um serviço perfeito”

ÓpticaPro: Manter um cliente é um trabalho constante?

Miguel Teles: Sinceramente, já senti mais vontade de fidelizar. Hoje em dia, infelizmente, grande parte dos óticos vão todos na direção das margens de lucro. Nós temos mais de 100 clientes por todo o país. Contudo, apenas 30 a 40% é que nos enviam o serviço completo que têm em mãos. Os outros ou enviam-nos os serviços complicados que não sabem fazer, ou enviam-nos os que correram mal com o Tracer… Por uma montagem, em média, cobramos 4,50€. É claro que, quem usa um Tracer, pode ter um custo de 2,50€. Posto isto, as questões que colocamos ao ótico são: “Prefere marcar a diferença junto do seu cliente ou ser mais um? Quer ser mais uma ótica e guardar 2€ ou prestar um serviço e um produto de excelência?” 

OP: E qual é a resposta comum?

MT: Obviamente que muitos dos óticos encontram-se satisfeitos com o Tracer, mas temos consciência de que os padrões de exigência são diferentes entre todos. Do nosso ponto de vista, o investimento é basilar para garantir um serviço perfeito.

Entrevista completa na ÓpticaPro 186.

22 Janeiro 2019
Entrevistas

Notícias relacionadas

“Acreditem na optoVision e no projeto da marca para Portugal”

Mário Pereira é o "rosto" da optoVision em Portugal, laboratório alemão de lentes oftálmicas que chegou em outubro ao nosso país. Numa entrevista intimista, o responsável pelo projeto falou-nos do seu percurso e da larga experiência que possui na área das lentes oftálmicas e, ainda, da marca que vai liderar em território nacional.

Ler mais 16 Novembro 2020
Entrevistas

Daniela Guerreiro: “O mercado da ótica mudou bastante”

Com uma recente remodelação, a Oculista Carioca, nos arredores de Sintra, está mais atrativa e funcional. Com “um serviço de qualidade, seriedade e profissionalismo”, Daniela Guerreiro, há 16 anos na empresa fundada pelo pai, reconhece que o mercado mudou bastante desde então.

Ler mais 20 Julho 2020
Entrevistas