“O cliente está no meio de tudo”

Imagem da notícia: “O cliente está no meio de tudo”

Como para bom conhecedor meia palavra basta, esta entrevista podia intitular-se de “O mercado é muito dinâmico”. Porém, Rui Silva é um apaixonado pelo setor da visão e pela relação que mantêm com os clientes, sempre “no meio de tudo”. 

ÓpticaPro: Onde se situa o cliente na árvore genealógica Opticenter?

Rui Silva: O cliente está no meio de tudo. Ele é, no fundo, o nosso patrão pois acabamos por trabalhar para ele, sempre focados na perspetiva que tem de nós. Tudo o que fazemos nesta empresa é pensado sob o ponto de vista que vamos passar como Opticenter. Mesmo na estratégia de crescimento, pensamos sempre um par de anos à frente. O mercado é muito dinâmico. O grande sucesso da Opticenter sempre foi andar à frente do seu tempo. Ou seja, numa altura em que se pensava que nada de mais havia a fazer no setor da ótica, que estava tudo inventado e o mercado saturado, conseguimos ganhar o nosso espaço. Aí, percebemos que o mercado estava a passar por uma crise e tivemos que adaptar o negócio. Costuma-se dizer que quando vem a tempestade uns constroem moinhos e outros procuram refúgio.

Conheça a entrevista de capa completa na edição de outubro da ÓpticaPro, número 185.

Subscreva a sua assinatura aqui.

9 Outubro 2018
Entrevistas

PUBLICIDADE
Mido 2019
PUBLICIDADE
opti 2019 | munich
`

Notícias relacionadas