Optometristas – Que futuro em Portugal?

Imagem da notícia: Optometristas – Que futuro em Portugal?

Como presidente da UPOOP, Henrique refere convictamente que não basta uma regulamentação, “até porque não quero nenhuma lei que me impeça de fazer o que sempre fiz, queremos acima de tudo continuar independentes”.

Instado a comentar um dos temas fortes do evento, Henrique sublinhou que é desejo de todos que o Estado reconheça de uma vez por todas a importância da classe a que preside. Para a UPOOP, através do seu presidente, outra questão se levanta: “Se não fossem os grandes malucos dos optometristas a dar emprego aos recém-licenciados, o que seria dos próprios cursos? Infelizmente o Estado aproveita-se de nós, parece que não existimos”.

Conheça a reportagem completa na mais recente edição da ÓpticaPro, nº182!
Pode assinar aqui.

23 Julho 2018
Entrevistas

PUBLICIDADE
Bausch+Lomb

Notícias relacionadas

Epos aposta em Portugal

Procurando consolidar a histórica marca milanesa no nosso país, o fundador da Epos, Luca Lavezzari, esteve recentemente em Portugal, com o objetivo de promover a sua oferta de produtos vintage, como a gama T-Look, adquirida há dois anos. Sem terem ainda um espaço físico, a aposta é na consolidação da imagem junto do público português. 

Ler mais 24 Junho 2024
Entrevistas

“Fazemos parte da história da ótica em Portugal”

A celebrar 75 anos, marcámos encontro com Luís Jorge, neto de Carlos Costa, cofundador desta ótica, pioneira em Portugal ao realizar ensaios de adaptações de lentes, que nos abriu o livro de uma casa com muito passado, presente e futuro.

Ler mais 5 Junho 2024
Entrevistas