EyeFundusScope, para detetar doenças oftalmológicas

Imagem da notícia: EyeFundusScope, para detetar doenças oftalmológicas

O centro de investigação Fraunhofer Portugal AICOS, no Porto, está a apoiar o desenvolvimento de uma tecnologia para observar o fundo ocular, que visa auxiliar no diagnóstico de doenças oftalmológicas, como o glaucoma e a retinopatia diabética.

Segundo a TSF, com base na Agência Lusa, a EyeFundusScope, que integra a Fundus Camera (ou retinógrafo, em português), é uma tecnologia “portátil e de simples utilização”, que funciona como uma máquina fotográfica e possibilita a observação e a identificação das estruturas presentes no fundo ocular, como a retina, os vasos sanguíneos e o disco ótico, explicou o investigador David Melo, da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa, responsável pelo seu desenvolvimento.

Saiba mais aqui.

5 Setembro 2017
Visão

Notícias relacionadas

Covid-19: optometristas querem saber quando vão ser vacinados

Os optometristas estão sujeitos a uma exposição de risco elevado ao contágio pelo coronavírus SARS-CoV-2 no exercício da sua atividade como profissionais de saúde, devido à proximidade com os utentes. Esta preocupação levou a Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO) a questionar o Ministério da Saúde sobre o prazo previsto para o processo de vacinação dos optometristas.

Ler mais 13 Janeiro 2021
AtualidadeVisão