“2017 será um ano de grandes decisões para a Nacional Óptica”

Imagem da notícia: “2017 será um ano de grandes decisões para a Nacional Óptica”

Para Rui Teixeira, gerente da Prolente e da Nacional Óptica, 2017 será um ano de consolidação, que passará pela abertura de novos espaços, conferindo mais destaque a marcas próprias. Com dois modelos base, de franchising e de parceria, a empresa está bem e recomenda-se.

ÓpticaPro: Em 2017 preveem a abertura de mais espaços num conceito de franchising, a acrescentar às nove lojas já existentes? O futuro passa por se expandirem ainda mais?

Rui Teixeira: 2015 foi um ano de grande e rápido crescimento. Em 2016 abrandámos e sedimentámos alguns pontos importantes para continuar a fazer crescer a marca. 2017 será sem dúvida um ano de grandes decisões, que podem passar por novos espaços, dar mais destaque a marcas de elevado posicionamento, como também ter mais marcas próprias.

OP: O vosso modelo de negócio assenta em dois conceitos distintos: o modelo de franchising e modelo de parceria. Qual o mais utilizado e quais as maiores vantagens de cada um?

RT: O modelo franchising assenta numa filosofia de racionalização de custos. Com a negociação em volume chegamos ao cliente final com o compromisso de lhe oferecer sempre a melhor relação qualidade/preço. Todas as lojas do franchising seguem o mesmo plano de marketing e de comunicação. No caso do modelo de parceria, este também assenta num modelo cooperativo e de compras em grupo e volume. A principal diferença é que as óticas mantêm-se tradicionais, com os seus nomes comerciais, mas usufruem dos vários serviços que a Nacional Óptica oferece, no âmbito do marketing, financeiro, jurídico.

Entrevista completa na ÓpticaPro 164.

16 Janeiro 2017
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
PUBLICIDADE
Vision Plus Expo 2021

Notícias relacionadas

“É indescritível sentir que com pouco mudamos a vida de alguém”

Apaixonados por viagens e ligados ao mundo da ótica, Ana Carvalho e Vítor Martins são pessoas inspiradoras, que aliam o gosto de viajar à ajuda ao próximo. Numa conversa com a ÓpticaPro, os proprietários da Ótica Maxivisão desvendaram-nos as suas aventuras e missões em conjunto, para além da história da marca. Apesar de a pandemia associada ao novo coronavírus ter adiado alguns sonhos, de uma coisa estão seguros: não os parou.

Ler mais 27 Abril 2021
EntrevistasRevista

Criador da Police Eyewear muda-se para Portugal

O designer e criador da marca Police Eyewear, Bruno Palmegiani, decidiu mudar-se de armas e bagagens para Lisboa no ano passado, onde tenciona colocar em prática algumas ideias e projetos quando a pandemia o permitir.

Ler mais 22 Fevereiro 2021
Entrevistas

“Nunca mais vamos voltar a trabalhar como antigamente”

Confesso otimista, irrequieto e ambicioso, Rui Motty é uma pessoa inspiradora, característica própria dos líderes. Numa longa conversa com a ÓpticaPro, o diretor da Optocentro desvendou-nos as novidades da empresa, para além das soluções para os obstáculos provocados pela pandemia associada ao novo coronavírus. De uma coisa está certo: nada voltará a ser como antes.

Ler mais 20 Janeiro 2021
Entrevistas