Rui Teixeira em entrevista

Imagem da notícia: Rui Teixeira em entrevista

Para Rui Teixeira, gerente da Prolente e da Nacional Óptica, 2017 será um ano de consolidação, que passará pela abertura de novos espaços, conferindo mais destaque a marcas próprias. Com dois modelos base, de franchising e de parceria, a empresa está bem e recomenda-se.

“O sucesso de uma empresa tem por base uma boa equipa e um bom produto. Aliado a isso está o serviço de excelência, a rapidez na ajuda ao cliente e o know-how sobre os produtos. A Nacional Óptica reúne todas essas condições”, disse-nos em entrevista.

Saiba mais na ÓpticaPro 164.

5 Janeiro 2017
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2021

Notícias relacionadas

Daniela Guerreiro: “O mercado da ótica mudou bastante”

Com uma recente remodelação, a Oculista Carioca, nos arredores de Sintra, está mais atrativa e funcional. Com “um serviço de qualidade, seriedade e profissionalismo”, Daniela Guerreiro, há 16 anos na empresa fundada pelo pai, reconhece que o mercado mudou bastante desde então.

Ler mais 20 Julho 2020
Entrevistas

“Iremos colocar em prática uma forte campanha de sensibilização”

Em meados de maio, a Associação Nacional dos Ópticos (ANO) apresentou os resultados do inquérito ao subsector de comércio a retalho de material ótico, pedido ao Centro de Estudos Aplicados (CEA) da Universidade Católica Portuguesa (UCP), com o objetivo de analisar o impacto da pandemia Covid-19 nesta área. Falámos com Fernando Tomaz, presidente da direção da ANO, para conhecermos as principais conclusões do estudo e as medidas que se impõem.

Ler mais 26 Junho 2020
Entrevistas