C.R.M.: Customer Relationship Management ou Continuar a Rezar Muito?

Imagem da notícia: C.R.M.:
Customer Relationship Management ou Continuar a Rezar Muito?

Artigo de opinião da autoria de Miguel Alves.

“Agora que, oficialmente, o verão terminou tenho aproveitado estes dias de sol outonais para pôr a conversa em dia com alguns amigos e clientes. Estando todos com uma cor de pele formidável e uma disposição incrível, nem todos me têm dado boas notícias. Há quem se sinta contente com as vendas do primeiro semestre do ano, e quem não teve tão bons resultados e que não perspectiva melhorias.

Aprofundando mais a conversa, apercebi-me que em ambas as situações foi implementado um programa de CRM. No entanto, a questão é que uns optaram por implementar a versão Customer Relatioship Management e outros preferiram Continuar a Rezar Muito.

E é aqui que poderá residir a diferença entre ter bons ou menos bons resultados. Não basta ter um produto adequado ao perfil do consumidor, um preço excepcional, um ponto de venda bem cuidado e uma comunicação direccionada e assertiva. É fundamental gerir a relação com os clientes actuais (mesmo fora do contexto da compra efectiva) e com os potenciais para criar ligação e futuras vendas.

Para isso, na minha opinião, devemos começar com acções simples, como olhar para a carteira de clientes existentes, analisar o seu perfil de consumo (nas mais diversas vertentes) e comunicar com eles em ocasiões chave”.

Saiba mais na ÓpticaPro 162.

 

31 Outubro 2016
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021

Notícias relacionadas