“Vamos preservar a história desta casa”

Imagem da notícia: “Vamos preservar a história desta casa”

Raquel e Hugo Cortez Marques são irmãos e o “rosto” do Cortez Marques Oculista, ótica criada pelo pai em Penafiel.

ÓpticaPro: A empresa Cortez Marques Oculista faz 30 anos. Atualmente, já não é o vosso pai que está à frente das óticas. Como irão dar continuidade ao património deixado por ele?

Raquel Cortez Marques: O pai retirou-se para abraçar outro projecto, fazendo com que a nossa mãe, actual proprietária e que dois dos três filhos tivéssemos que manter o negócio de família. Crescemos na ótica e faria todo o sentido prosseguir e renovar a notoriedade da casa. Nunca pusemos isso em causa. Esta mudança deu-se há cerca de um ano e as coisa têm corrido bem. Neste momento temos duas lojas, esta no centro da cidade de Penafiel, e a filial nas Termas de S. Vicente, também no concelho.

OP: Vão seguir a mesma linha de atuação ou pretendem reinventar-se?

Hugo Cortez Marques: A nossa principal preocupação é continuarmos a ser iguais a nós próprios. Ou seja, mantermos o alto nível na qualidade do serviço e neste sentido vamos manter a mesma filosofia. O fundamental é a resolução dos problemas na saúde ocular dos nossos clientes. Continuar a aliar a qualidade de produtos com a moda, tecnologia e inovação. Um modo de estar que nos permite dizer que somos das poucas óticas onde um óculo pode ser executado ou restaurado. No entanto, já temos projectos próprios para a renovação do Cortez Marques Oculista em vários aspectos. Passo a passo e a seu tempo as coisas fazer-se-ão. Preocupa-nos ter uma aproximação ainda maior ao nosso público, à nossa gente, mas feita de forma coerente e transparente. Sendo uma nova geração, temos uma visão um pouco diferente. Somos orgulhosamente uma família desta cidade e gostamos de colocar esse carinho na nossa maneira de atender e servir. No entanto, estamos conscientes de que hoje em dia o negócio não se restringe às quatro paredes. temos de explorar novos horizontes, novas plataformas. Como a internet por exemplo. É importantíssimo dar seguimento aos pedidos e contactos feitos online. Gostaríamos de preservar a historia desta casa sempre com um atendimento personalizado , actualizado ao nosso tempo, e ao novo modo de consumir e de comprar. Não podemos parar no tempo.

Entrevista completa na ÓpticaPro 155.

 

17 Maio 2016
Entrevistas

PUBLICIDADE
.....nome do evento, marca, etc.....
PUBLICIDADE
Vision Plus Expo 2021

Notícias relacionadas

“São 25 anos sempre com a missão de servir a Ergovisão”

Emídio Rodrigues é CEO do grupo Ergovisão e completou, este ano, 25 anos de carreira. Numa conversa com a ÓpticaPro, Emídio Rodrigues falou sobre a empresa, o trajeto profissional, as memórias e aprendizagens neste quarto de século de carreira, bem como da previsão para o futuro. O dia 1 de maio de 1996 marcou o início desta “história recheada de momentos”.

Ler mais 11 Junho 2021
AtualidadeEntrevistasRevista

“É indescritível sentir que com pouco mudamos a vida de alguém”

Apaixonados por viagens e ligados ao mundo da ótica, Ana Carvalho e Vítor Martins são pessoas inspiradoras, que aliam o gosto de viajar à ajuda ao próximo. Numa conversa com a ÓpticaPro, os proprietários da Ótica Maxivisão desvendaram-nos as suas aventuras e missões em conjunto, para além da história da marca. Apesar de a pandemia associada ao novo coronavírus ter adiado alguns sonhos, de uma coisa estão seguros: não os parou.

Ler mais 27 Abril 2021
EntrevistasRevista

Criador da Police Eyewear muda-se para Portugal

O designer e criador da marca Police Eyewear, Bruno Palmegiani, decidiu mudar-se de armas e bagagens para Lisboa no ano passado, onde tenciona colocar em prática algumas ideias e projetos quando a pandemia o permitir.

Ler mais 22 Fevereiro 2021
Entrevistas