“É importante que exista alguém que consiga controlar o funcionamento” das ópticas

Imagem da notícia: “É importante que exista alguém que consiga controlar o funcionamento” das ópticas

O responsável pela gestão da “cadeia” de ópticas SAMS Serviços de Assistência Médico Social, Hugo Quintela, explicou-nos em entrevista em que consiste ao seu trabalho.

“Controlar o negócio das 11 ópticas que os SAMS possuem. A óptica principal – digamos assim – está situada no Centro Clínico de Lisboa, mas depois temos outras ópticas em cada uma das clínicas periféricas. É importante que exista alguém que consiga controlar o funcionamento das mesmas, avaliar as suas necessidades específicas e, ao mesmo tempo, olhar para os números com sentido crítico. Desta forma, temos a perceção daquilo que estamos a faturar diariamente, das necessidades sentidas, dos produtos que estão a ter maior ou menor rotação. Ao nível das equipas de trabalho, tento assegurar a formação contínua, para que as pessoas exerçam a sua atividade da melhor forma possível e, acima de tudo, possam prestar um bom serviço aos nossos utentes e beneficiários. É esta atitude que nos faz crescer e chegar a um patamar de excelência.”

Leia a entrevista na íntegra na ÓpticaPro 139, aqui.

22 Dezembro 2014
Entrevistas

PUBLICIDADE
MIDO 2022
PUBLICIDADE
jackNoble

Notícias relacionadas

“Somos muito gratos aos nossos pais pelo que construíram com tanta paixão”

Após uma ligação de vários anos com o Institutoptico, a Ofetal (cadeia de óticas de Oeiras) decidiu criar uma parceria com a concorrente Optivisão. Quatro anos após uma entrevista com os filhos dos fundadores da empresa - Raquel Cotovio e Ana e André Dominguez - quisemos saber quais os motivos da mudança e os projetos de futuro de uma empresa onde as raízes e valores familiares estão sempre presentes.

Ler mais 25 Novembro 2021
Entrevistas

“A UDM é, na verdade, um projeto que cresceu connosco”

A marca italiana Unique Design Milan, fundada por dois amigos durante o período universitário, está em processo de internacionalização. Com a representação em Portugal a cargo de Mario Torre e Rui Lopez, a sua presença no mercado português está a crescer de forma sustentada, de acordo com a sua premissa de qualidade superior, produtos feitos exclusivamente à mão. A ÓpticaPro aproveitou a primeira visita dos dois criadores da UDM a Lisboa – Stefano Romanelli e Mattia Colleoni, para perceber os seus objetivos de expansão da marca.

Ler mais 17 Novembro 2021
Entrevistas

“A vontade de crescer leva qualquer pessoa longe”

A década de 90 marca o início daquela que seria uma bela história de amor. De Lisboa para Anadia, o negócio de duas gerações cresceu a partir da Ourivesaria e deu lugar à Óptica Almeida. Com o amor veio o sucesso, e com ele nasce a Opticalia AliÓpticas em 2011. A ÓpticaPro falou com Ana Paula Cardoso, responsável pela marca, que nos guia por entre alguns dos momentos que marcam o 25º Aniversário desta ótica.

Ler mais 15 Novembro 2021
Entrevistas