“Acredito que tudo é possível”

Imagem da notícia: “Acredito que tudo é possível”

Falámos com António Alves, o diretor geral da Opticalia em Portugal. Otimista por natureza, o responsável acredita que tudo é possível, nomeadamente ser líder do mercado óptico português.

ÓpticaPro: O que podemos esperar da Opticalia, nos próximos tempos?

António Alves: O objetivo da Opticalia é surpreender todos os dias com criatividade, contribuindo para que os nossos associados cheguem ao seu lugar que, por direito, é a liderança nas suas praças.

OP: Quer deixar uma mensagem a todos os seus clientes ou potenciais clientes?

AA: Sim, aos nossos clientes, que lutem todos os dias para serem os melhores nas suas praças. Aos restantes, quero reafirmar que todo o óptico é bem-vindo. Não deixem que o orgulho ou o receio vos paralise. Venham a bordo, para construirmos em conjunto algo que vos vai permitir alcançar o sucesso.

OP: O que o move, na vida e na profissão?

AA: O meu propósito de vida durante muitos anos foi desenvolver uma multinacional. Hoje, o que me move é o desenvolvimento das competências e o desenvolvimento pessoal dos ópticos tradicionais. Acredito que tudo é possível!

Saiba mais na ÓpticaPro 128.

9 Janeiro 2014
Atualidade

PUBLICIDADE
.....nome do evento, marca, etc.....
PUBLICIDADE
Vision Plus Expo 2021

Notícias relacionadas

“São 25 anos sempre com a missão de servir a Ergovisão”

Emídio Rodrigues é CEO do grupo Ergovisão e completou, este ano, 25 anos de carreira. Numa conversa com a ÓpticaPro, Emídio Rodrigues falou sobre a empresa, o trajeto profissional, as memórias e aprendizagens neste quarto de século de carreira, bem como da previsão para o futuro. O dia 1 de maio de 1996 marcou o início desta “história recheada de momentos”.

Ler mais 11 Junho 2021
AtualidadeEntrevistasRevista

Xperio – as lentes solares da Essilor

Rebranding, ligação emocional com os consumidores, reposicionamento da marca e novas soluções para o cliente, foram as novidades que a Essilor apresentou em formato digital para os profissionais e os media. A ÓpticaPro esteve lá e descreve-lhe algumas das novidades apresentadas.

Ler mais 11 Junho 2021
AtualidadeLentes

“Erros refrativos não compensados”, uma reflexão da Essilor

Para a Essilor “a taxa de renovação de óculos graduados é assustadoramente alongada no tempo, sendo, em Portugal, os 4/5 anos um valor perfeitamente enquadrado com a realidade”. o tema levanta dúvidas desde se “teremos a noção da alteração visual que o nosso sistema pode ter nesse período?” Perguntas que levam a respostas num artigo da grupo ótico.

Ler mais 10 Junho 2021
AtualidadeCuriosidade