Marcar pela diferença

Imagem da notícia: Marcar pela diferença

ÓpticaPro: A Euracini completou 10 anos. Como surgiu a óptica?

Miguel Rocha: Tanto eu como a minha sócia Ana Nunes queríamos abraçar um negócio por conta própria. Há 10 anos, quando abrimos a óptica Euracini, o setor estava estruturado de uma forma completamente diferente. Ao longo do tempo, ocorreram muitas mudanças no mercado e na forma de atuar das empresas e dos profissionais. Tivemos que nos adaptar a todas estas alterações, e na minha opinião, teremos que continuar a fazê-lo. Sempre tivemos, e continuamos a ter, muito cuidado na escolha dos fornecedores, de forma a ter uma equipa com uma boa formação, de qualidade, que nos ajude a desenvolver o negócio. Tentamos, também, ter um portefólio com produtos diferentes e, por outro lado, possuir artigos que vão de encontro às necessidades dos clientes. Desde o quarto ano de existência da loja, os clientes encontram na nossa óptica peças que não conseguem encontrar noutras. E notamos que as pessoas percebem que temos alguns artigos distintos.

 

Lei toda a entrevista na ÓpticaPro 125.

4 Outubro 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Plano de contingência: comunicado HOYA

Carlos Matos, country manager da HOYA Portugal, dirige-se a todos os clientes e profissionais do setor, no seguimento do novo confinamento geral decretado pelo Governo.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeLentes

Novo confinamento: óticas mantêm portas abertas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, altura em que as óticas foram consideradas serviços essenciais e puderam abrir ao público.

Ler mais 14 Janeiro 2021
Atualidade