Exposição do útero à luz pode interferir na visão

Imagem da notícia: Exposição do útero à luz pode interferir na visão

Um estudo, que foi publicado na revista Nature, mostrou que os ratos fêmea que passaram o período de gestação na escuridão tiveram bebés com o desenvolvimento do olho alterado.

De acordo com o Diário de Notícias, os investigadores, citados pela BBC, defendem que seriam necessárias pequenas quantidades de luz para controlar o crescimento dos vasos sanguíneos dos olhos.

Os responsáveis pela investigação esperam que os resultados possam ajudar na compreensão de doenças oculares.

Os estudiosos da Universidade da Califórnia, em São Francisco, acreditam que a luz que penetra no corpo pode alterar o desenvolvimento do olho, pelo menos em pequenos ratos domésticos.

Uma rede de vasos sanguíneos, conhecida como vasculatura hialoide, é formada para auxiliar a nutrição da retina, durante a sua formação. Quanto aos vasos sanguíneos, estes atrapalhariam a visão caso permanecessem após o nascimento. É por isso que estes são retirados posteriormente.

Os investigadores confirmam que esta situação não acontece quando a gravidez ocorre na escuridão total.

21 Janeiro 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Ranking Facebook – Outubro 2020

Neste artigo, que pretendemos publicar regularmente, damos a conhecer as óticas que tiveram o melhor “desempenho” no Facebook durante o período de um mês.

Ler mais 19 Novembro 2020
Atualidade

ÓpticaPro chega ao LinkedIn

Reforçámos a nossa presença no mundo digital com a chegada à rede profissional LinkedIn, de forma a criarmos mais um canal de comunicação com os nossos leitores.

Ler mais 14 Novembro 2020
Atualidade