“2011 foi o ano da internacionalização da Opti Munich ”

Imagem da notícia: “2011 foi o ano da internacionalização da Opti Munich ”

Claudia Weidner, ‘project manager’ da feira de Munique, falou com a ÓpticaPro e explicou os meandros da edição de 2012 da Opti Munich, Feira Internacional de Tendências da Indústria Óptica.

ÓpticaPro: A edição de 2011 da Opti Munich foi um sucesso. A que se deveu este êxito?

Claudia Weidner: A grande razão reside na colaboração constante entre a organização da feira e a indústria de óptica, através de um contacto muito intenso que se estabeleceu. Neste sentido, a Opti atraiu mais fãs. E porquê? Nesta edição, registámos um aumento do número de expositores estrangeiros. Um total de 470 empresas internacionais apresentou uma gama completa de lentes de contacto, armações e equipamentos. Aliás, conseguimos em 2011 que os visitantes internacionais voltassem à Opti e que não ficássemos apenas pelos profissionais alemães. 2011 foi, sem dúvida, o ano da internacionalização da feira.

OP: Em termos de números, isso reflecte-se em quê?

CW: Com quase um quarto do total de visitantes vindos do estrangeiro, a Opti registou um forte crescimento a este nível. Ao todo, viajaram até Munique 22.700 visitantes de 69 países da Europa, Ásia e América.

OP: E os profissionais portugueses constituem um grupo importante para a feira de Munique?

CW: Sem dúvida, achamos que o mercado português apresenta um grande potencial. O nosso objectivo é aumentar ainda mais o número de visitantes de profissionais lusos. Aliás, a data da feira é crucial. Os ópticos podem, logo em Janeiro, apreciar toda a gama de armações de prescrição, óculos de sol, lentes e equipamentos.

 

 

 

17 Outubro 2011
Entrevistas

PUBLICIDADE
Bausch+Lomb

Notícias relacionadas

Epos aposta em Portugal

Procurando consolidar a histórica marca milanesa no nosso país, o fundador da Epos, Luca Lavezzari, esteve recentemente em Portugal, com o objetivo de promover a sua oferta de produtos vintage, como a gama T-Look, adquirida há dois anos. Sem terem ainda um espaço físico, a aposta é na consolidação da imagem junto do público português. 

Ler mais 24 Junho 2024
Entrevistas

“Fazemos parte da história da ótica em Portugal”

A celebrar 75 anos, marcámos encontro com Luís Jorge, neto de Carlos Costa, cofundador desta ótica, pioneira em Portugal ao realizar ensaios de adaptações de lentes, que nos abriu o livro de uma casa com muito passado, presente e futuro.

Ler mais 5 Junho 2024
Entrevistas