“Vender Jacob Jensen será um privilégio”

Imagem da notícia: “Vender Jacob Jensen será um privilégio”

ÓpticaPro: A Vestígio tem uma predisposição natural para as marcas de ‘design’ de mobi-liário. Como surge a representação da Jacob Jensen?
Emanuel Barbosa: A Vestígio representa e distribui em exclusivo para Portugal diversas marcas internacionais de referência, mas a nossa abordagem centrou-se sempre na prioridade ao ‘design’ de elevada qualidade. Entre elas está a Jacob Jensen Lifestyle há já quase dez anos. O seu trabalho está exposto nos principais museus e colecções de ‘design’ de todo o mundo, constituindo o elemento principal para o sucesso de algumas empresas. Exemplo disso é a Bang & Olufsen, famosa pelo desenho das suas propostas no campo do som e imagem. Desta forma, consideramos que vendemos ‘design’ e não simplesmente produtos.

OP: De que modo descreve a linha ‘eyewear’ deste criador?
EB: A gama de óptica desta marca representa uma extensão lógica de uma filosofia intemporal de qualidade e excelência de ‘design’. A Jacob Jensen Eyewear prolonga assim a divulgação que a Vestígio faz do trabalho do artista. De resto, revela-se um privilégio trabalhar com produtos intemporais deste nível de qualidade, que não se tornam caprichos de moda obsoletos. O facto de existirem inúmeros produtos desenhados por Jacob Jensen na colecção de ‘design’ do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque prova a sua dimensão. O conceito para a criação desta colecção centra-se na neutralidade e discrição, que evita colocar obstáculos entre o utilizador e o resto do mundo. A insígnia Jacob Jensen assegura uma experiência de prazer pelo conforto, sem alterar o rosto e sem reclamar demasiadas atenção. A Jacob Jensen constitui um investimento seguro porque não se subjuga a tendências ou modas. Torna-se intemporal, o que representa uma atitude ecologicamente correcta.


OP: O sector da óptica tem, de facto, uma inclinação forte para a área da criação. Entre tantas marcas, porquê a Jacob Jensen?
EB: Em parte, o consumidor final tem a responsabilidade por esta aposta. A Vestígio foi contactada diversas vezes por interessados em adquirir óculos Jacob Jensen e que não sabiam onde fazê-lo. A nossa empresa representa a marca a nível nacional noutras linhas de produtos e acabamos por assumir a sua ‘voz’ em Portugal.


OP: Vai alargar esta aposta a outras insígnias na área dos óculos?
EB: Para já estamos a focar a nossa atenção na Jacob Jensen Eyewear e na Danish Eyewear, a marca própria da empresa que produz a linha deste ‘designer’. Claro que não colocamos de parte a introdução de outras marcas em Portugal. Posso mesmo revelar que já nos contactaram nesse sentido. Volto a repetir, no entanto, que não vamos vender óculos, mas sim objectos de desejo, peças de ‘design,’ que prestigiam os proprietários e os ópticos responsáveis pela venda.


OP: Que estratégia estabeleceu para conquistar os ópticos?
EB: Dispomos de uma equipa comercial para visita e acompanhamento aos pontos de venda. Apostamos num serviço personalizado e multidisciplinar de grande qualidade, já que lidamos com um produto especial. Vender Jacob Jensen constituirá um privilégio. Devido à abordagem peculiar que faremos ao mercado, muitos clientes finais procurarão em específico a marca Jacob Jensen e estabeleceremos rigorosos limites geográficos. Trata-se de um produto muito especial, competitivo, com excelentes argumentos de venda, que não se torna obsoleto, permitindo ao óptico rentabilizar de uma forma invulgar o investimento que fez. Não existem no mercado mais de uma ou duas marcas, que possam rivalizar connosco. Desenvolvemos ainda projectos completos de ‘design’ de interiores e comunicação (‘web’ e impressão), prestando um serviço extremamente completo ao óptico.

27 Novembro 2009
Entrevistas

PUBLICIDADE
MIDO 2022
PUBLICIDADE
jackNoble

Notícias relacionadas

“A Prooptica atua de olhos postos no futuro”

Numa altura em que a Prooptica comemora 28 anos de existência Luís Justino, administrador da empresa, desvenda em entrevista os segredos do sucesso, as dificuldades vividas e as oportunidades que a pandemia de Covid-19 trouxeram. Para o futuro, o administrador imagina uma empresa fascinada pela internacionalização e pelo desenvolvimento sustentado, com o mesmo objetivo de sempre: garantir a satisfação plena de todos os parceiros.

Ler mais 3 Setembro 2021
Entrevistas

“Os óculos são objetos que qualificam as pessoas”

Uma das pessoas mais reconhecidas no mundo da ótica, especialmente quando falamos do conceito de óculos modernos, falou em exclusivo para Portugal à ÓpticaPro. Contador de histórias, Paolo Seminara respira paixão por uma profissão onde “o tempo voa”.

Ler mais 10 Agosto 2021
AtualidadeEntrevistasÓculos