“O ‘rimless’ revela mais a beleza individual”

Imagem da notícia: “O ‘rimless’ revela mais a beleza individual”

ÓpticaPro: De que modo a sua maquilhagem fez a diferença?
Mary Greenwell: Penso que fui pioneira no lançamento da maquilhagem totalmente natural. Enquanto outros ainda usavam imensos produtos diferentes, eu ousei aplicar um creme ‘blush’ nos lábios, olhos e maçãs do rosto, numa passagem de modelos para a Romeo Gigli. As meninas surgiram na passarela com aspecto de anjos, simples e lindas.

OP: Hoje em dia, a Mary passa a sua experiência para jovens artistas. Está pronta para sair da “linha da frente” e dar os seus segredos?
MG: Já dei os meus segredos todos! Acredito que nos devemos desprender das coisas. A vida desenvolve-se naturalmente e estou longe de estar desesperada em esconder seja o que for. Não se trata de sair da “linha da frente”, mas sim um desenvolvimento natural para docente e verdadeira especialista. Os meus jovens assistentes deixam agora a sua marca, encetando projectos que nunca imaginei fazer, como estar numa praia com um ‘brush’ na mão durante horas e horas!


OP: Acha que a maquilhagem deve revelar ou salientar aspectos da face feminina, ou mudá-la completamente?
MG: A maquilhagem é uma ferramenta e deve usar-se em prol do usuário. Se significa mudar ou esculpir o rosto, então seja. Caso o utilizador queira somente acentuar determinadas características, também me soa bem. A minha filosofia assenta, aliás, no bem-estar e felicidade das pessoas.


OP: E na área do ‘eyewear’, devem os óculos marcar presença ou serem transparentes?
MG: Os óculos ‘rimless’ serão sempre mais subtis que as armações de grandes dimensões, e permitem ao usuário revelar mais de si e da sua beleza individual.


OP: Como se iniciou a relação com a Silhouette?
MG: De facto, foi a Silhouette a dar o primeiro passo na nossa relação. Os profissionais da marca imaginaram um conceito e precisavam de alguém que pudesse apoiar o Programa Estética ‘Rimless’. Presumo que depois de pesquisarem sobre artistas de maquilhagem chegaram até mim. Para ambas as partes, o ser humano e a sua individualidade constituem elementos fulcrais, por isso a nossa ligação é simples visto partilharmos os mesmos princípios. Adoro trabalhar com os visionários da Silhouette!


OP: Como se desenrolou a parceria?
MG: Simplesmente ajudei no conceito. A maior parte do trabalho fez-se “em casa” e através das relações públicas da Silhouette.


OP: Quanto ao resultado deste trabalho conjunto…
MG: A apresentação é fantástica e brilhantemente fácil de seguir. Ajuda, de facto, o cliente a adaptar o melhor modelo ‘rimless’ ao seu rosto com confiança, moldando formas, estilos e cores.


OP: Através da empresa austríaca aconselhou muitas mulheres sobre a maquilhagem perfeita para os seus óculos. Como foi esta experiência?
MG: A experiência de trabalho com a Silhouette tem sido maravilhosa e sinto-me honrada por me terem procurado para desenvolver um novo conceito e estratégia. Acredito na sua filosofia e na sua visão tão clara do negócio. Ir em digressão com eles e conduzir e formar as pessoas na escolha da armação certa e na melhor maquilhagem para o seu olhar divertiu-me imenso. Observei ainda que as mulheres sabem bem o que se adequa a si e, por isso, nunca limito as suas possibilidades. Aliás, devem usar tudo o que querem desde que estejam confortáveis e se sintam lindas.


OP: De que forma podem complementar-se a maquilhagem e os óculos?
MG: Integram-se de um modo muito natural se o utilizador está desperto para o que lhe fica bem ou pelo menos o que o faz sentir bem.

27 Novembro 2009
Entrevistas

PUBLICIDADE
MIDO 2022
PUBLICIDADE
jackNoble

Notícias relacionadas

“A Prooptica atua de olhos postos no futuro”

Numa altura em que a Prooptica comemora 28 anos de existência Luís Justino, administrador da empresa, desvenda em entrevista os segredos do sucesso, as dificuldades vividas e as oportunidades que a pandemia de Covid-19 trouxeram. Para o futuro, o administrador imagina uma empresa fascinada pela internacionalização e pelo desenvolvimento sustentado, com o mesmo objetivo de sempre: garantir a satisfação plena de todos os parceiros.

Ler mais 3 Setembro 2021
Entrevistas

“Os óculos são objetos que qualificam as pessoas”

Uma das pessoas mais reconhecidas no mundo da ótica, especialmente quando falamos do conceito de óculos modernos, falou em exclusivo para Portugal à ÓpticaPro. Contador de histórias, Paolo Seminara respira paixão por uma profissão onde “o tempo voa”.

Ler mais 10 Agosto 2021
AtualidadeEntrevistasÓculos